Skip to main content

Behavioral Pricing

Se alguém tem que pagar um preço mais alto do que outros pelo último iPhone porque gostou do anúncio Apple no Facebook ou escreveu no Twitter o quão fantástico pensa que o dispositivo é, então este chama-se Behavioral Pricing

O que é Behavioral Pricing?

Behavioral Pricing refere-se aos preços de produtos ou serviços baseados no comportamento individual do consumidor, dispositivos utilizados ou hábitos de compra. Cada utilizador da Internet deixa vestígios. Estes dados dos registos demográficos, dos registos web e dos programas de fidelização e por último, mas não menos importante, dos perfis das redes sociais, são recolhidos e avaliados para calcular os preços individuais de cada cliente. Um exemplo bem conhecido disso foi o preço das primeiras assinaturas digitais para o New York Times. Os usuários de Blackberry eram cobrados 15 dólares americanos por mês naquela época. Os usuários de iPad tinham que pagar 20 dólares americanos por mês.

Quais são as vantagens e desvantagens de Behavioral Pricing?

Cobrando a cada cliente o preço perfeito é a altura do comércio. Os varejistas online estão em uma posição única para fazer isso acontecer por causa da riqueza de dados do consumidor online. Por outro lado, esta política de preços já foi alvo de críticas desde cedo e é desaprovada sobretudo pelos consumidores e proteccionistas de dados. Behavioral Pricing é uma forma de discriminação de preços. O objectivo da discriminação de preços é maximizar os lucros ajustando o preço que os diferentes clientes pagam com base nos dados dos consumidores. Os protetores de dados vêem o agrupamento de dados de consumidores de diferentes fontes como uma violação significativa dos regulamentos de proteção de dados.


Você tem mais alguma pergunta?

Por favor, contacte-nos


Outros conteúdos